Imunológico

Sou daquelas que sente uma dor na unha já acha que vai morrer. Sou dramática e nervosa e não presto pra estar sozinha nessas horas. E sim, eu estava. Boy viajando, meu pai no Rio, nossa, muito feliz :/ Passei três dias mal até decidir ir ao médico ( por motivos de: fraqueza mesmo ). ODEIO IR NO MÉDICO, PEGAR FILA E ESPERAR. Mas fui. E não tinha nenhum da minha área. Dei um jeito de marcar com um que nem queria me atender. Saí do consultório com três receitas e apos tomar duas injeções na veia. Mas foi tranquilo. Pelo menos não fiquei internada, só com o braço roxo.

Minha situação
melhorei, piorei, melhorei, melhorei, piorei. UMA BOSTA. 

Faltei três dias no trabalho, mas pelo menos as meninas se mostraram bem atenciosas quanto a isso. Ainda não estou conseguindo me alimentar direito e vivo achando que ao comer vou passar mal. Mas que Deus me ajude, porque não está fácil. Minha casa esta uma zona e eu simplesmente não tenho coragem de fazer nada. Minha sobrinha está vindo dormir comigo pra que eu não durma sozinha e com certeza já perdi uns 3 três quilos esses dias.

ODEIO FICAR DOENTE E SEMPRE ACHEI QUE ISSO DEVERIA ACONTECER SÓ NA VELHICE, porque simplesmente não presto pra isso. Sai do consultorio com a certeza de que: "o que eu estava comendo não estava me fazendo bem e decidi tirar da minha vida o café, fritura e alimentos que afetam minha gastrite".

E sobre o café, os primeiros dois dias foram fáceis, mas conforme o tempo vai passando a vontade volta a aparecer. E se fosse só a vontade eu acho que daria pra resolver, mas o que fazer com o sono? 

Cheguei a conclusão de que, sim, era o café que me mantinha acordada, porque assim não dá. E pior é que o sono ataca sempre depois de comer. Não importa se estou no trabalho, em casa ou na rua, ele está lá me forçando a dormir. Não gosto de dormir durante a tarde porque senão a noite não durmo então tenho que tentar me manter acordada de qualquer maneira pelo menos até as nove da noite :/ Espero que eu melhore logo porque, serio, não dou pra isso. 

6 Comentários

Larissa Fonseca disse...

Eu também espero que você melhore logo, NNT. Ficar doente é horrível demais, não gosto nem de imaginar isso acontecendo seriamente comigo morando longe dos meus pais (~ Lari se apegando à infância aqui, haha ~). Mas é a vida, né?

Mais uma vez, meus sinceros desejos de melhoras. Fique bem e tenha uma boa semana!

Selma Barbosa disse...

Eu vejo você e a Lari comentando das dificuldades de se morar sozinha e me sinto quase uma alienígena porque moro com meus pais enquanto faço faculdade e só pretendo sair daqui pra lá dos 24. Sou apegada demais pra conseguir morar só. Quando fiz 17 tive que ir ao dentista pela primeira vez sozinha e quase morro de nervoso kkkk

Enfim, melhoras pra você, viu? Eu não sou viciada em café, mas sempre percebo que com ajuda dele o sono se vai. É difícil aguentar depois das 17h sem querer dar uma cochilada, viu? kkk

Com carinho,
Conto Paulistano.

Fernanda Salles disse...

Eu também me acho meio mole pra essas coisas, e acho que parte disso pode ser emocional também, ficar sozinha, sem ninguém, faz a gente passar mal.
E eu sou do tipo que quando está doente quer muito mimo.
Espero que você melhore logo NNT.
Beijos.

Aline Amorim disse...

Espero que melhore logo. Ficar doente é muito ruim mesmo. E eu também sempre tenho sono depois do almoço, é inevitável.
Beijos, Aline
Verso Aleatório

Milena Tiana disse...

Espero que melhore logo! Eu acho essa a pior parte de morar sozinha, não ganhar um mimo enquanto está doente hahahahha..
E sobre o café, não consigo viver sem!
Beijos, melhoras!

Natália Oliveira disse...

Sumi, mas voltei.
Espero que você melhore logo. Eu não tenho tanta birra em ficar doente, até porque estou gripada 95% do tempo, mas ir ao médico é barra, ainda mais sozinha. Odeio todas as fases: ligar pra marcar, ter que ir, pegar a fila, prestar atenção em todos aqueles documentos (eu não estou conseguindo nem viver, pelo amor de Deus) e explicar em todos os detalhes pro médico o que eu estou sentindo e perguntar coisas básicas, tipo "esse remédio dá sono?".
Ainda bem que o pessoal do seu trabalho é compreensivo.
Espero mesmo mesmo que você já esteja melhor.
Beijos.

Postar um comentário

Sinto-me extremamente grata por tirar um tempinho do seu dia, para me alegrar com seu comentário. Sua opinião a mim é muito importante. (Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita.) Gratidão.